caderno do cieg n.º 18

Renate Sellmayer de Campos, Luise Ey und Curt Meyer-Clason als Übersetzer von Eça de Queirós’ A Cidade e as Serras, cadernos do cieg, n.º 18, Coimbra, CIEG-MinervaCoimbra, Dezembro de 2005.

A presente publicação tem por base o texto, levemente refundido, da dissertação de Mestrado em Literatura Alemã/Literatura Comparada que a autora apresentou à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e defendeu em Julho de 2004. Insere-se no projecto de investigação «Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea em Traduções Alemãs: Teoria, História e Crítica», coordenado por Karl Heinz Delille, no âmbito do Centro Interuniversitário de Estudos Germanísticos (CIEG). Trata-se de um estudo de crítica da tradução literária, estando em comparação duas versões alemãs do romance A Cidade e as Serras de Eça de Queirós, ambas com o título Stadt und Gebirg, a primeira da autoria de Luise Ey, publicada em 1903, a segunda de Curt Meyer-Clason, editada em 1963.
O estudo tem por objectivo, por um lado, analisar e pôr em evidência as estratégias e as normas de tradução por que cada um dos tradutores se regeu, por outro, determinar o grau de dependência que se verifica entre a segunda e a primeira versão (sendo certo que Meyer-Clason não apenas conheceu como também usou e adaptou parcialmente a tradução de Luise Ey), finalmente, avaliar da relevância dos respectivos – e bem diferentes – contextos histórico-culturais de chegada e, last but not least, da criatividade linguístico-comunicativa revelada por cada um dos tradutores nestes importantes contributos para a história da recepção de Eça de Queirós na Alemanha.

< voltar

     

Vorstellung | Mitglieder | Forschungsprojekte | Dissert.Veröffentlichungen
Reihe "Cadernos do CIEG" | Sammlung Minerva / CIEG

 

http://www.uc.pt/cieg

Centro subsidiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia no âmbito do Programa de Financiamento Plurianual de Unidades de I&D

WebMaster: Eng. Juliana Opitz
Coordenação: Prof.ª Doutora Maria Teresa Delgado Mingocho