AS
GRAVURAS
PALEOLÍTICAS
DO
VALE
DO
CÔA


Ce service est disponible en français

O património mundial enriqueceu-se em 1994 com o achado do maior complexo de arte rupestre paleolítico ao ar livre conhecido até hoje. Há 20 000 anos atrás o homem gravou milhares de desenhos representando cavalos e bovídeos nas rochas xistosas do vale do Côa, afluente do rio Douro, no nordeste de Portugal. Desde Agosto de 1996, o Parque Arqueológico do Vale do Côa organiza visitas a alguns núcleos de gravuras.


As gravuras

A resposta às perguntas mais básicas acerca das gravuras propriamente ditas: o que são, onde se encontram, quando foram feitas e porque são tão importantes?

A "batalha do Côa"

Como tudo se passou, desde o projecto de barragem até ao abandono da obra e o papel dos diferentes actores da história de uma descoberta que entusiasmou a opinião pública internacional durante quase um ano.

Arquivo

O Parque

Para quem investiga o caso ou para quem pretende simplesmente saber mais: imagens (novidade), bibliografia e notícias de jornais classificadas por temas, índice cronológico das notícias com resumo do seu conteúdo e outros recursos disponíveis na Internet. As respostas às perguntas frequentemente levantadas pelos utentes desta página, acerca das visitas ao Parque Arqueológico do Vale do Côa (novidade).
 

Comunicar

Sugestões e informações: siljan@gemini.ci.uc.pt. Comunica as tuas opiniões na mailing list ARCHPORT.




O serviço de informação sobre as Gravuras Paleolíticas do Vale do Côa é da responsabilidade do Instituto de Arqueologia da Universidade de Coimbra. A concepção e a produção do serviço deve-se à Associação Independente Arqueologia, sob a orientação de Joaquim Ramos Carvalho (Instituto de História e Teoria das Ideias da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra) e de Domingos J. Cruz (Instituto de Arqueologia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra). A gestão do arquivo de imprensa é da responsabilidade de Paulo Rajado (aluno do Instituto de Geografia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra). Os desenhos são de Luis Sebastian (aluno da Instituto de Arqueologia), com base nos decalques de M. Varela Gomes e de A. M. Baptista.


Esta página foi realizada para o Nestcape Navigator 3.0
Última actualização no dia 18 de Abril de 97
siljan@gemini.ci.uc.pt