As lendas são narrativas localizadas no tempo e no espaço onde ocorre, invariavelmente, uma força mágica, um toque sobrenatural, não raramente a presença de divindades pagãs ou católicas.

Como todas as narrativas, também as lendas têm acção e personagens – heróis e vilões – e, também como as narrativas podem ser baseadas em factos verídicos ou serem pura ficção.

São relatos orais ( poucas estão documentadas em colectâneas etnográficas ) que passam de geração em geração e que vão sendo moldadas ao sabor dos tempos e das personalidades de quem as conta. Fazem parte do chamado “maravilhoso popular”.

O que é certo é que as lendas existem – quer sejam verdadeiras ou não – e são um elemento importantíssimo na cultura ( sobretudo da Europa Ocidental ). São um fenómeno de identificação cultural dos povos e uma importante fonte para compreender as bases das nossas sociedades actuais.

Em Portugal Continental pode dizer-se que não há uma só cidade que não tenha uma lenda, mas o que aqui se apresenta é apenas uma pequena parte delas.

Trata-se de um pequeno contributo para a divulgação da nossa cultura popular, em salvaguarda daquilo que nos faz portugueses.

Lendas de Portugal Continental

 

Elaborado por: Marta Costa ( marta_da_costa@hotmail.com, blackscorpio@portugalmail.pt  )